01 MAR A 31 MAR 14 .......................................................................

 FILIPA FERREIRA .

HOME-MADE

 

VER CATÁLOGO

 

 

SALA EA-1.23 ESCOLA DE ARQUITECTURA

..

 

 

 

O PRÓXIMO “HOJE 28-FEV.

 

Oferece a possibilidade de revelar o motivo pelo qual desenho:

a partilha de um estado de experiência interior transformado em recordação.

A explicação das imagens deve ser feita a partir da construção de uma realidade a três tempos: antes, durante e depois do desenho. Primeiro é consequência de um impulso natural. Há que ser capaz de compreender sem explicações, e com inocência se deixar impregnar pela essência de algo particular. Durante o desenho,

a experiência do jogo, da diversão, do romance, leva à intimidade extrema, chegando a ser acompanhada por um estado de solidão desejada. Resulta de um interesse pessoal. Depois, enquanto instrumento para fixar a experiência da memória, o desenho combina realidade e imaginação podendo alimentar uma ideia, expressar uma poesia, podendo por fim questionar a origem da imagem.

Um próximo’ é o título possível para deter o olhar com a mesma fixação para nesses desenhos.

 

FILIPA FERREIRA

 

Nasceu no Porto em Março de 89.

Formou-se na Faculdade de Arquitectura da Universidade do Porto no ano de 2013. Enquanto estudante expôs em Maio do ano passado a propósito do simpósio internacional Desenho na Universidade Hoje com o painel intitulado Lugares Intermédios, registos de viagens a Lisboa, Roma e Barcelona. Apresentou em Novembro a sua prova de dissertação, Ingenuidade e Invenção, um modelo e um ritual na prática da arquitectura, na obra de Rossi, Le Corbusier, Kahn e Alison Smithson.

Actualmente vive no Porto. Viaja e desenha q.b.

..................................................................................................