ENCONTROS ESTÚDIO UM: TEMAS E OBJECTOS DO DESENHO

 

# 2: PROCESSO

 

JOAQUIM JORGE MARQUES

 

A JANELA E A ARENA

ALGUMAS CONSIDERAÇÕES SOBRE O PROCESSO EM DESENHO

 

SINOPSE

 

Esta comunicação assenta nos problemas emergentes das condições processuais envolvidas nos desenhos,

numa perspectiva fenomenológica do processo.  Na definição inicial do tema, “A janela e a arena - Algumas considerações sobre o processo em desenho",

estabelecem-se diversos limites que importa clarificar, nomeadamente a restrição do papel do desenho à relação gerada pela interdependência

com o processo - como que o processo e a sua história fossem aquilo que está latente e que é simultaneamente revelado como desenho;

a relação entre o óptico e o fenomenológico, que aponta para o reconhecimento  de um corpo que actua.

            Neste sentido, adopta-se a designação genérica de processo, querendo referir o conjunto de acções

e alterações que ocorrem  das diversas actuações e modelos de envolvimento do corpo, da matéria e do tempo e que são parte da visualidade do desenho.

            É portanto o reconhecimento daquilo que remete para a matéria, para os meios e para as acções, as marcas gráficas dos desenhos,

como sintoma de actuações cognoscitivas, simples ou complexas, que geralmente estão envolvidas no fazer do desenho.

Isto permite-nos conhecer, em certo sentido, as propriedades geradoras dos desenhos através dos actos

que os realizam, que intervindo directa ou indirectamente nos processos do desenho, têm também relevância na elaboração

e adequação de uma metodologia para questionar não só as imagens dos desenhos, os desenhos, mas também os próprios processos em si.  

 

CV

 

Natural de Rio Meão - Santa Maria da Feira (1967)

Vive e trabalha no Porto

Artista plástico e Assistente na área cientifica de Desenho na Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto, onde leciona desde1998;

Membro colaborador do I2ADS, Instituto de Investigação em Arte Design e Sociedade;

1996 - Concluiu o ciclo Especial de Artes Plásticas – Pintura, Faculdade de Belas Artes do Porto.

2006 - Apresentação de provas de aptidão pedagógica e capacidade científica, com o trabalho de síntese – “As imagens do desenho. Percepção espacial e representação”,

e relatório de aula – “ Os modos do desenho”. 2009 - Inscrição em estudos de doutoramento com o tema – “ O processo como circunstância do desenho”.

Desenvolve trabalho artístico em Desenho, Pintura e Fotografia. Expõe individual e coletivamente desde 1993.

 

18 DE ABRIL DE 2012 | 14H30

BIBLIOTECA

ESCOLA DE ARQUITECTURA DA UNIVERSIDADE DO MINHO

VOLTAR