ENCONTROS ESTÚDIO UM: TEMAS E OBJETOS DO DESENHO

D.

 

.

# 8: AUTO-REPRESENTAÇÃO

Para além do exercício de auto-observação, o auto-retrato é, também, motivo de experimentação plástica. Por vezes, o autor adopta outras personae, como, por exemplo, no caso de “Cristo na Coluna” de Durer ou Courbet como boémio itinerante. No caso, mais recente, de Cindy Sherman, Untitled (Film stills), 1975-80, a autora representa-se criando simulacros de identidades femininas e não auto-retratos.

A auto-representação em Mónica Ortuzar, a par da experimentação plástica, busca uma simbiose entre a sua experiência em frente ao espelho e a memória da face daqueles que a rodeiam. Teresa Sofia Bandeira apresenta uma visão cronológica dos múltiplos auto-retratos realizados por António Carneiro. Carlos Corais, a propósito de uma selecção de imagens realizadas nos anos 90, encara a representação do eu como uma construção ficcional. O auto-retrato na literatura é o tema de Eunice Ribeiro.

.

 

MÓNICA ORTUZAR

MI EXPERIENCIA COM LOS AUTORRETRATOS DESDE 2007

 

EUNICE RIBEIRO

O AUTO-RETRATO NA LITERATURA

 

TERESA BANDEIRA DUARTE

O EXERCÍCIO DO AUTO-RETRATO

NA OBRA PLÁSTICA DE ANTÓNIO CARNEIRO (1872-1930)

CARLOS CORAIS

AUTO-REPRESENTAÇÃO COMO FICÇÃO

 

28 DE FEVEREIRO DE 2014 | 14H30

AUDITÓRIO I

ESCOLA DE ARQUITECTURA DA UNIVERSIDADE DO MINHO

 

CARTAZ

VOLTAR